Quarta-feira, 14 de Dezembro de 2005
Destruidor de Mitos - O Milagre de Fátima
Um dos mais propalados mitos, envolvendo o nome de Portugal, é o dos pastorinhos e Nossa Senhora de Fátima. Começo já por avisar que sempre confundi, e confundirei, os nomes dos três pastorinhos com os dos reis magos. Depois, como se não bastasse, ainda confundo os nomes dos três pastorinhos entre si, nunca tendo bem a certeza se havia um Francisco ou uma Francisca, um Jacinto ou uma Jacinta, se eram dois rapazes e uma rapariga, ou vice-versa, enfim, matéria para me deixar em acentuada reflexão, e catatónico, durante largos minutos. Também confundo o Abel e o Caim com o David e o Golias, e raramente sei quem matou quem. O que sempre soube é que um dos pastorinhos era a irmã Lúcia, e que foi à volta das suas visões que se ergueu o mito de Fátima. À pala das suas visões, Lúcia tornou Fátima na Las Vegas da religião e, muito provavelmente, vai conseguir sacar uma canonização. Para todos aqueles que querem ser santos – para ter estátuas construídas à sua imagem, pessoas a pedirem-lhe coisas ou um feriado em sua honra em que as pessoas na véspera enchem a mula de sardinhas –, não desanimem, até porque, afinal de contas, não é assim tão complicado como isso. E a história de vida da irmã Lúcia prova-o. Atentai em algumas das avarias que lhe vão garantir um lugar cativo na tribuna de honra do céu.

Avaria 1 – Há quase 90 anos, Lúcia viu Nossa Senhora de Fátima em cima de uma azinheira. Longe de mim ser especialista em milagres, mas, logo para começar, parece-me que Nossa Senhora aparecer em cima de uma azinheira é pouco credível. Imaginem que eram uma entidade divina e tinha uma infinidade de poderes à vossa disposição (multiplicar pães, curar doentes, dividir oceanos, fazer as estátuas em vossa homenagem chorar sangue ou cera, mandar trovoadas, entre outras coisas porreiras). Pá, subir a uma azinheira é muito pouco divino, parece-me. Eu consigo subir a uma azinheira com relativa facilidade e ser visto. E depois há para aí tanta árvore com um ar mais divinal que uma azinheira. Uma acácia, um pinheiro-de-alepo, uma bétula, por exemplo, e só para citar alguns nomes. Não faz sentido uma divindade como Nossa Senhora subir a azinheiras. É como se o Super-Homem passasse multas de trânsito em vez de derrotar vilões que ameaçam destruir o mundo. Portanto, logo aqui, ficamos a saber que a coerência e excepcionalidade do acontecimento que nos pode tornar santos não são critérios decisivos e profundamente investigados.

Avaria 2 – A irmã Lúcia andava sempre com a mesma roupa. Mas isso também o Einstein andava. E a única coisa que a irmã Lúcia fez foi ver algo que até lhe apareceu à frente. Que eu saiba, a teoria da relatividade não se limitou a aparecer à frente do Einstein e, mesmo assim, ele não teve direito a dia de luto nacional na Alemanha, muito menos se fala na hipótese de canonização do cabeçudo.

Avaria 3 – E, por amor de Deus, que segredos são aqueles? Mais coisa, menos coisa, a Rússia tinha, obrigatoriamente, que se deixar de comunismos e socialismos, e passar mas é a adorar o catolicismo, senão o mundo acabava. Ora bem, vamos supor que sim, que Deus achava mesmo que o comunismo seria o princípio do fim do mundo e que a União Soviética, como porta-estandarte da ideologia, tinha que mudar de política para salvar a humanidade. Então, faz sentido que Deus decidisse avisar o mundo do perigo que corríamos e, para fazê-lo, havia que escolher um sítio específico para tornar público esse aviso. O que eu gostava de saber é em que momento da conversa de Deus com os seus conselheiros é que se decidiu que o sítio ideal para avisar o mundo que o fim poderia estar perto era mesmo a Cova da Iria. Melhor ainda: uma azinheira na Cova da Iria. Realmente, de uma azinheira na Cova da Iria ao Kremlin é um instantinho.

Um dos outros segredos seria a visão do Inferno, isto é, a prova de que o Inferno existia mesmo. Nunca duvidei disso. Mas sempre pensei que fosse um sítio onde as almas condenadas tivessem que assistir, para toda a eternidade, ao último episódio de um qualquer novela do Tozé Martinho. Talvez a “Roseira Brava” ou a “Olhos d’água”. Afinal, parece que é mesmo aquilo das chamas e de um senhor corado com uma forquilha. Tudo bem, não contesto. Mas sempre pensei que houvesse mais imaginação e que não se limitassem a seguir estereótipos.

O último segredo seria, com muito boa vontade interpretativa, o atentado ao Papa. Uma das coisas mais lixada do mundo moderno é a pouca pachorra para pessoas que dizem “pois, já sabia” depois das coisas acontecerem. É um bocadinho como aqueles concorrentes d’O Cofre que dizem “Ah, claro, bloqueei, mas sabia. Isto aqui é mais difícil que em casa” e ainda se riem com sobranceria. É triste.

Como se pôde, então, ir constatando, ser santo não exige nada de absolutamente extraordinário, muito menos uma assombrosa imaginação ou um afinadíssimo sentido de coerência. É que, de entre tudo o que se disse sobre a irmã Lúcia, a única coisa que, afinal, bate completamente certo, é credível e irrefutável, é a parte de ter sido uma outra mulher que lhe apareceu para contar segredos. Todos sabemos que faz perfeito sentido uma mulher fazer tudo e mais alguma coisa - neste caso, descer dos céus, ter a chatice de vir à terra -, só para calhandrar com outra.




Comentários:
De Anónimo a 5 de Janeiro de 2007 às 02:17
O híman da virgem Maria seria elástico ou carnudo?!


De Pedro a 3 de Fevereiro de 2006 às 04:23
Eu uma vez olhei para o sol directamente durante uns minutos e vi o Diabo a jogar à bisca do dois com Deus. Desde então, nunca mais ganhei um jogo de sueca.


De K1111 a 16 de Dezembro de 2005 às 13:26
Cá para mim o que os pastorinhos viram foi uma campina a comer chouriço em cima de uma azinheira que nesse momento estava situada em frente ao Sol, que até era capaz de se estar a pôr... Também podem ter confundido nevoeiro com efeitos especiais religiosos...


De VIEIRA a 16 de Janeiro de 2013 às 11:29
1. Aqui vai a minha humilde opinião sobre o assunto, sou crente do milagre de Fátima, por varios motivos:A igreja e as crianças (Os 3 pastorinhos)nunca teriam em 1917 tecnologia para fazer tal farsa, nunca se sujeitariam a mentir a 70000 pessoas(+-), e muito menos a comprometerem-se a falar em horas do dia para o tal milagre enfrentando ameaças das autoridades locais e da propia multidão.
1917 não é 2013 ,tudo existe para manipolar,adulterar,destorcer quer o que seja em termos de ilusoes opticas.
Não podemos colocar em milhares de pessoas de todos os quadrantes sociais e politicos que naquele dia, todas mentiram e falsearam tal acontecimento, não acham que é muita gente a falar do mesmo.
Não tenho direito de chamar mentiroso,aldrabão,lunático,trapalhão,falso ao meu avó que foi um dos videntes desse milagre que me contou na 1º pessoa como tudo aconteceu.
Ainda não vi ninguem a afirmar em que site ou outra coisa parecida as 3 crianças, de gente humilde foi buscar tal intelegencia e esperteza para enganar 70000 pessoas.Estou á espera que me digam como o fizeram!Só oiço dizer que foi mentira o milagre, mas não oiço ninguém negar que realmente as 70000 pessoas lá estiveram no local e nenhuma,mas mesmo nenhuma o tenha negado.
Se realmente foi obra de "Ovni" ou outra coisa do genero como elas conseguiram contatar tais extraterrestes se nem sequer tinha telemovel,internet,telefone,satelite


De João a 14 de Dezembro de 2005 às 20:16
Mas e o Sol dançou ou quê?


De maria V a 5 de Março de 2008 às 19:11
Exmo dono do blog, os seus pontos de vista são extremamente interessantes. Ao tentar desmantelar este "mito" como lhe chama, que constitui apenas uma das maiores forças espirituais deste país (que infelizmente não tem muito mais e que por isso tem grande orgulho neste) demonstra também uma fantástica falta de conhecimento e de cultura geral. Note-se, não critico em nada o conteúdo do seu pensamento e muito menos a sua falta de crença religiosa, que graças a Deus somos todos livres de pensar seja lá o que for.
Ora o que me impele a comentar o seu (triste, na minha também livre opinião) desempenho, tem a ver com a falta de visão com que olha para esta história tão inocente e tão pouco atreita às "graçolas" que lhe dirige. Ouso dizer que estas últimas estão bastante forçadas; referir Fátima como o Las Vegas de Portugal é cair no desespero de ter graça dê lá por onde der. Irei comentar os seus ditos um por um tentando refutá-los, e acredite que o sentimento de gozo que antecede um desafio é o dominante. Como se diz, vou fazer isto na desportiva; talvez até o beneficie e lhe ensine qualquer coisa! Vamos lá tão.

Em primeiro lugar, proclamar em alto e bom som que confunde o nome dos três pastorinhos com os dos três reis magos não é muito abonatório para a primeira impressão que causa no leitor. Afinal de contas não será muito dificil reter Lúcia, Jacinta e Francisco numa cabeça que até demonstra lembrar-se de coisas bem mais complicadas, como são os nomes tão profundos das nossas brilhantes telenovelas portuguesas. Ate lhe digo mais, Jacinta e Francisco eram irmãos e Lúcia sua prima, talvez agora o memorize que já sabe os seus laços familiares. Por sua vez, Caim matou Abel, seu irmão, por sentir ciúmes da perferência que lhe mostrava seu Pai, Adão - ouso presumir que sabe quem eram Adão e Eva, ou também não? David e Golias não eram irmãos e muito menos parentes, mas David também matou Golias (único traço existente com a história de Abel e Caim) que era um gigante ingressado nas tropas filistenses que na altura ameaçavam os israelitas. De resto, meu caro amigo, enquanto que David e Golias fazem parte das páginas da História, Adão e Eva e seus filhos fazem parte de criações da Igreja para explicar o inicio do Mundo. Como vê, está a comparar personagens ficticias com reais. Ora para se saber isto não é preciso uma tara fundamentalista na religião católica mas apenas um pouco de cultura geral.

Em segundo lugar, supreende-o que Nossa Senhora tenha aparecido em cima de uma azinheira, e pergunta como apareceria o leitor se tivesse poderes de uma divindade. Pois Exmo Sr, se soubesse um pouco mais dos valores que encabeçam a religião católica, saberia também que é pela humildade que se alcança a grandeza divina. Mas penso que não o posso censurar pela sua posição, uma vez que à nossa volta os filmes e ficção mostram sempre os Deuses através de alguma manifestção megalómana e espectacular, é certamente muito dificil não se deixar influenciar!

Em segundo lugar, a fé precede a ciência, que é uma emanação lógica da primeira, e confundir a dimensão espiritual com a cientifica é desde logo uma discrepância tão óbvia que nem me atardo a comentar a possibilidade de canonizar o Exmo Sr Einstein. É de novo a filiosofia do ter graça nem que seja á paulada...
Quanto aos segredos, muito sinteticamente:
1- A seguir a décadas de comunismo enraízado, a seguir a dirigentes atrás de lìderes que defendem, protegem e enaltecem politicas socialistas que constituem a antítese dos valores cristãos, quais seriam as probabilidades da Russia, que é um páis pequeno e que logo implicaria uma viragem de poucas dezenas de milhões de pessoas, para uma conversão cristã? Ímensas sem dúvida!


De maria V a 5 de Março de 2008 às 19:12
Sobre a escolha do sitio do aparição, apenas lhe digo que melhor não poderia ser escolhido uma vez que Portugal, ainda por cima no campo, era naquela altura muito pouco desenvolvido e as pessoas pouco educadas. Onde melhor para passar uma mensagem que requeira acreditar em algo tão pouco ortodoxo como a apariçao da própria Senhora? Diga lá que lá em cima não sabem jogar as cartas que têm! De resto Portugal tem história de enorme devoção para com Nossa senhora, como espero que esteja familiarizado com o grande gesto que teve D. Ao colocar a sua coroa na cabeça de uma estátua da Virgem. Para finalizar, de que serviria ir anunciar num país anti-catolicismo a sua futura conversão? Não sabe que a informação que melhor se propaga é aquela que vai de fora para dentro? Se vem de dentro pode ser cortada antes de chegar lá fora...
2- O inferno. Mais uma vez, se se tivesse informado devidamente, saberia que o fogo, os demónios e a cave subterrânea constituem apenas uma metáfora caracterizadora do sofrimento que será morrer e não ir para junto de Deus. Antigamente era uma maneira de assustar as pessoas pouco educadas, mais uma das muitas práticas erradas da Igreja, mas que hoje estão superadas e explicadas. O Diabo com forquilha e cornos? Por favor...

3- Acha mesmo que se a noticia da tentativa de assassinio do Papa tivesse sido conhecida antes de ter acontecido não haveriam dezenas de tarados a tentarem tornar-se no executante da profecia? As profecias exercem um grande fascinio na raça humana e tornar-se parte de uma delas pelo simples facto de torná-la realidade é uma tentação demasiado grande para mentes não muito equilibradas. E neste caso específico realizar a professia quereria dizer matar alguém, qualquer pessoa com dois dedinhos de testa não faria exactamente questão de gritá-lo aos quatro ventos. Ainda assim reconheço que este será talvez o ponto mais fraco da minha argumentação, limitei-me à anàlise que me pareceu mais óbvia da raça humana.
Finalizando os meus comentários, resta-me esperar que lhe sejam úteis e que fixe alguma coisas deles para não fazer tal figura de futuro. Quer dizer mal, diga, mas tenha a certeza de que sabe daquilo que está a falar... De resto, meu Exmo Sr, não imagina o quão me divertiu redigir estas considereções e agradeço-lhe por me ter proporcionado tal gozo!


De Anónimo a 3 de Julho de 2008 às 22:01
UHUUUUUUUUUUUU

Belíssima argumentação. Belíssima.

A paz esteja convosco.


De adriana a 15 de Janeiro de 2009 às 22:04
Tinha mesmo que ser um PORTUGUES, para fazer uns comentarios desse tipo...se ve que tu eh mesmo burro!!!


De ANONIMO a 15 de Janeiro de 2009 às 22:08
TODOS NOS TEMOS OS DIREITO A LIBERDADE DE EXPRESSAO! NAO CRITICO VC PELO SEUS COMENTARIOS...MAS SIM PELA SUA IGNORANCIA...!!! NAO SABER OS NOMES DOS 3 PASTORINHOS, E OUTRAS COSITAS MAS...ISSO SIM QUE DEVIA SER PROIBIDO UMA PESSOA COMENTAR...PESSOAS BURRAS DEVIAM SER BANIDAS DA FACE DA TERRA! VAI ESTUDAR SEU MERDA!


De B a 4 de Maio de 2009 às 20:16
Devo dizer que me diverti a ler o post, pois revejo-me quase inteiramente no que foi escrito. Certo é também que não me diverti menos ao ler um certo e determinado comentário que só precisava de uma bandeira branca e vermelha e podia ser apelidado de cruzado. É realmente de uma ignorância extrema o que certas pessoas crêm ser um argumento a favor da factualidade destas delusões que três pastorinhos analfabetos e pobres afirmam ter sofrido. Qualquer pessoa com meia dúzia de pensamentos lógicos consegue compreender o rídiculo e avassaladoramente risível que cobre toda esta situação. Não entremos aqui em assuntos demasiado profundos como a existência ou não de deus e de Jesus. Mas, independentemente destes, é simplesmente idiota, humilhante e revelador de alguma espécie de debilidade mental dizer que acredita que Nossa (Vossa) Senhora desceu à terra para segredar uns segredinhos a 3 crianças que, num rasgo de lucidez estonteante, os guardaram para eles.


De Samuel 99 a 13 de Maio de 2009 às 13:50
Tenho k dar os parabéns ao escritor do blog.

Neste dia da Nossa Senhora de Fátima decidi ir pesquisar mais refutações daquilo que é a Igreja Católica.

Por acaso a mim as vezes da vontade de rir, n por aquilo que o autor do blog diz, mas sim pelas ideologias da igreja, e por todos os crimes que esta cometeu e continua a cometer.

A nossa sorte é k estamos no sec XXI num estado laico e que a inquisição acabou a muitos anos, se n já tinha entrado uns indivíduos em nome de Deus no meu quarto para me prenderem e quem sabe matarem-me. (Desculpa isto n se pode dizer)

Ainda voltando mais a trás na historia o que vai é que actualmente n a cruzadas se n mais uma vez iria ser morto por pessoas k dizem k vem em nome de Deus.
Já devem estar a pensar que sou adepto do Benfica porque estou a falar de historia, e informo já que sou.
Por isso agora vem o que esta na actualidade… espero k estejam preparados

Começamos pelo casamento gay e aviso já que eu sou heterossexual, a Igreja já disse claramente a sua posição casamento entre pessoa do mesmo sexo nem pensar, agora eu pergunto quem é que pediu a opinião da Igreja, estamos a falar de um questão civil e n religiosa, por isso se querem prenuncia deve ser em nome de si mesmo e n em nome da Igreja.

Eutanásia e aborto novamente a Igreja diz nem pensar, porque a o dever a vida, ate compreendo agora o que n acho é k devemos dar a uma criança uma vida desgraçada, de uma mãe solteira ou com 10 filhos, que n tem casa nem dinheiro para sustentar a ela, temos o direito de dar 1 vida destas a alguém, eutanásia, concordo totalmente, uma pessoa e livre de decidir o que quer se, se quer morrer porque n deixar e evitar que essa pessoa morra sem dor.

As palavras do papa de visita a África, vou só fazer uma comentário curto, perdeu uma oportunidade de ter ficado calado ou mesmo ter ficado no Vaticano a limpar o cu as notas que os fieis dão a pensar que assim deus os ajudara.

Agora vou ser novamente mauzinho e vou falar num escândalo que foi claramente encoberto, os casos de abusos sexuais e de pedofilia cometidos por padres americanos. Só espero k n tenha sido em nome de deus.
A Igreja esta acontecer o que aconteceu a todos os regimes obscuros, acabam por cair e se extinguir




De Marco a 24 de Junho de 2010 às 11:52
O mundo ta Cheio de pessoas, que nao taem nossao doque dizem....
So se lembram de santa barbara quando troveja,,,,,,,,,isso quer dizer so se lembram deus quando se veem numa situaçao um pouco enbarasoza...
Mas deus perdoa tudo e tamos a tempo denos redimir ao seu poder..


Comentar post

arquivos e isso
coisas menos coiso
digam que vão de minha parte
 Para deixar recado e assim
  • olhequenao@hotmail.com