Sábado, 27 de Janeiro de 2007
Factos da vida #3

 










A linha que separa o romantismo da depravação é muito ténue. Atente-se no exemplo prático. Se dissermos que a nossa namorada é uma bonequinha, as pessoas sorriem e chamam-nos românticos. Junte-se “insuflável” à equação e já somos depravados.



Comentários:
De Francisco a 28 de Fevereiro de 2007 às 12:04
se disseres "bonequinha insuflável" apanhas com o rótulo de "artista". para passar a depravado será necessário acrescentar "rota".

;)


De Isabel Paixão a 19 de Fevereiro de 2007 às 12:17
Muito bom, sim senhora....


De Nelson a 31 de Janeiro de 2007 às 12:06
é como a história da pena e da galinha. é preciso muito cuidado para não meter o pé na argola.

quando deixares de precisar da bomba dá para ma emprestares? a minha avariou-se.


De Lu a 30 de Janeiro de 2007 às 15:01
O meu namorado é um colchão insuflável. Parece-vos depravado dizer isto?


De Pedro a 29 de Janeiro de 2007 às 13:30
Olha, ainda bem que te vejo. Pá, preciso que me devolvas a bomba de pé.


De João a 29 de Janeiro de 2007 às 12:52
Finalmente vejo aqui escritos que relatam acontecimentos biográficos daqueles assim reais. Já era altura!


De Jam a 27 de Janeiro de 2007 às 23:56
Muito bem visto :)


Comentar post

arquivos e isso
coisas menos coiso
digam que vão de minha parte
 Para deixar recado e assim
  • olhequenao@hotmail.com