Segunda-feira, 26 de Novembro de 2007
cose della vita


Dica complementar e prática: como apanhar grilos ou isso



Opção primeira: Apodere-se de uma palhinha de extensão razoável e, após a inserção da dita na casa do grilo [vulgo, buraco – obviamente, caralho, que se dispensam todo e qualquer vulgarismo analógico], vá rolando entre dedos, fazendo cócegas ao insecto ortóptero aqui objecto da sua caçada, até que este venha cá para fora. Se ficou confuso, lembre-se: insecto ortóptero é o grilo [li muitos dicionários quando tive papeira, varicela e aquela outra coisa que se deve apanhar em puto porque quando se é grande faz mal e morremos].

 

Vantagem da opção primeira: além do grilo sair bem-disposto e a gargalhar, esta opção tem o seu quê de poético, infanto-nostálgico e demais diversas paneleirices tão do agrado de poetas, infanto-nostálgicos e demais diversos paneleiros.

 

Desvantagem da opção primeira: Pode ocorrer o grilo não ter cócegas ou ter tido um compromisso fora. Mas, mais importante que isso, esta opção não nos dá uma desculpa para mijarmos para um buraco [vulgo, casa] onde mora um grilo.

 

Opção segunda: Urine para a casa [que é vulgo quê? exacto, buraco] do grilo, até que o referido animal saia a boiar num transbordo de líquido urinoso. Se correr bem, o grilo sairá em posição ‘escorrega de aquaparque’. Será muito divertido.

 

Vantagem da opção segunda: É para lá d’óbvia: esta opção estrutura uma desculpa para mijarmos para um buraco onde mora um grilo, acontecimento que é sempre de louvar, seja em que latitude for.

 

Desvantagem da opção segunda: Além de, muito possivelmente, ficar com um grilo que cheirar a urina – o que pode depois levar a que se coloquem questões da índole de uma “este grilo até canta bem, mas cheira a mijo” –, trata-se de uma opção que, embora esteja longe de ser exclusiva, surge-nos claramente optimizada para o género masculino, dado possuirmos a faculdade da pontaria. Para ambos os sexos, podem-se apontar, como pontos menos positivos, o facto de nem sempre se ter vontade de mijar e às vezes a casa [vulgo nada, já chega] do grilo ser, afinal, o lar duma cobra ou etc.




Comentários:
De AMK a 26 de Novembro de 2007 às 14:41
Lol, tou altamente fan deste blog, mtu bom mesmo ;D


De Teresa Silva a 26 de Novembro de 2007 às 14:45
Eles apenas procuram uma oportrunidade de viverem como nós...
Amores impossiveis, amores avassaladores, uma luta pela vida numa sociedade intolerante... Até quando eles vão manter o segredo?
Vem conhecer esta história no meu blog...
Espero por ti...
Boa semana


De Joana a 26 de Novembro de 2007 às 16:22
Olhe que para confundir um buraco de um grilo com a toca de uma cobra, é preciso estar já muito bem disposto ou ter comido uns cogumelos como os da Alice. Daqueles que a faziam crescer e ficar gigante com pernas e folhos a sair das janelas da casa do Sr. Coelho (que também mora em buraquinhos na terra).


De yodleri a 26 de Novembro de 2007 às 22:40
@joana
é bom saber que näo estou só.


De pedro a 27 de Novembro de 2007 às 02:18
Pá, há cobras fininhas. E grilos bem gordos. Não sei qual é o seu problema, sinceramente.


De mauricio_102 a 26 de Novembro de 2007 às 18:19
.
EXTRA: Parabéns pelo teu Blog estar em DESTAQUE no Sapo. É sinal que ele vale a pena. PARABÉNS.

NOTA: Se não tiveres inspiração para novos artigos procura algo no Site CIÊNCIA VIVA, http://www.cienciaviva.pt/home . FIM DO EXTRA.


E agora,

Olá Blogger. Vamos criar um MOVIMENTO DE BLOGGERS para MUDAR A LETRA do Hino Nacional ?!

http://www.portugal.gov.pt/Portal/PT/Portugal/Simbolos_Nacionais/HinoNacional.htm


Escreve a tua versão.


A minha PROPOSTA:

"A Liberdade" (um povo sem formação não é um povo livre).

Heróis do mar, nobre povo,
Nação valente, imortal,
Levantai hoje de novo
O esplendor de Portugal!
Entre as brumas da memória,

Ó Pátria, sente-se a voz
Dos teus egrégios avós,
Que há-de guiar-te à vitória!

E agora a parte em que se faz a ALTERAÇÃO:.

Às aulas, às aulas!
Na Escola e no Trabalho,
Às aulas, às aulas!
Pela Pátria aprender
Contra o atraso estudar, estudar! (*2)


(*2) - ALV - Aprendizagem ao Longo da Vida.

"Toda e qualquer actividade de aprendizagem, empreendida numa base contínua,
com o objectivo de melhorar conhecimentos, aptidões e competências".

Site em http://www.alv.gov.pt


BRAGA ( mas LISBOETA, "A Invasão Mourisca", http://jn.sapo.pt/2007/02/27/opiniao/a_invasao_mourisca.html ) 31.5.2007.

JOSÉ DA SILVA MAURÍCIO para os que não gostam de Anónimos.

ANÓNIMO para os que não gostam de armantes.

E para os restantes, J#o? d/ sI&v? Ma+/+u)io ( ASSINATURA ILEGÍVEL ).

mauricio_102@sapo.pt

http://eunaodesisto.blogs.sapo.pt/30664.html


De pedro a 27 de Novembro de 2007 às 02:19
Ouça, você é ligeiramente chato com'ó caralho.


De yodleri a 26 de Novembro de 2007 às 22:28
Eu acho que tu queres é que te enfiem o grilo no vulvo!


De silentvoices a 26 de Novembro de 2007 às 23:12
Eu ajudo!
Sou contra totalmente mas a mudar seria:
"Heróis do Mar, Pobre Povo..."


De pedro a 27 de Novembro de 2007 às 02:20
Mas a sua opinião é merdosa e merece cancro.


De nato a 27 de Novembro de 2007 às 12:51
Em puto usei outros métodos. A saber:
- Barrar a entrada do buraco com manteiga - o cheiro atrai o bicho.
- Em vez de urinar pode inundar com água da torneira.
- Usar um maçarico - o grilo vem cá para fora apanhar fresquinho.

Uma quinta de grilos pode ser muito divertido para uma criança. A quinta deve ser construída dentro de um balde de plástico transparente com 3/4 de terra. Sendo as paredes transparentes para se ver os túneis que eles fazem lá dentro. Deve-se tapar o balde com algo (não esquecer de fazer furos para entrada de ar). Talvez dê para pôr grilos nas quintas de formigas mas isso já é gastar dinheiro.

Enfim, pode ser divertido mas por culpa dos pais que os deixam vêr televisão a mais os miúdos já não se interessam por actividades deste género. Que se fodam.


De henr a 27 de Novembro de 2007 às 14:43
Táctica 3- A minha. - eu roubava ao meu vizinho. Tem a vantagem de ja vir com gaiola e tudo. O pai que dê uma quinta de grilos ao filho havia de de ouvir uma reposta como : Pedi-te uma PS3 e das-me uma quinta de grilos, se te pedisse uma gameboy ainda me davas era no cu...


De ripa pr'ai a 27 de Novembro de 2007 às 18:21
Quais das tacticas apresentadas são válidas para a sacar um grilo fêmea [vulgo crika] ...


De nato a 28 de Novembro de 2007 às 16:40
urinar no buraco


De ZOT a 30 de Novembro de 2007 às 17:23
E que tal se pegares um megaphone e leres um bocado de José Saramago ao grilo?


De tiago a 7 de Dezembro de 2007 às 22:34
a femea de grilo é grila [vulgo: por vez pila ou a mulher a dias do grilo]


Comentar post

arquivos e isso
coisas menos coiso
digam que vão de minha parte
 Para deixar recado e assim
  • olhequenao@hotmail.com