Quarta-feira, 28 de Novembro de 2007
emozione dopo emozione


Nunca esquecendo que vivemos num mundo em que não passa um minuto sem que alguém canzane [terceira pessoa do singular do presente do conjuntivo do verbo canzanar] um animal de quinta, eu, pelo sim, pelo não, quando um indivíduo me pergunta se pode usar a minha casa de banho, e porque esta questão se apresenta estruturalmente como bastante ambígua, contraponho sempre um “para quê?”. Não estou para dizer apenas “claro, claro, é ali à direita” e passado um bocado aparecer um marmanjo de barba feita e banho tomado, a usar o meu robe preferido, quando tinha eu ficado a pensar que o usufruto do quarto de banho fosse apenas no sentido de mictar ou usar o espelho para ver se tinha alguma coisa nos dentes. Ressalve-se que, como bónus, depois do “para quê?”, pouca gente perdura na demonstração de vontade em recorrer à minha casa de banho, o que será sempre de salutar. Até porque há dois cafés ao pé de minha casa, ambos com WC, e os quais eu não tenho que limpar. A primeira parte desta última oração é o facto que refiro quando as pessoas, apesar do “para quê?”, especificam e continuam a querer usar a minha casa de banho. Daí que, de tempos a tempos, num desses cafés, lá ouça uns “é você que encaminha pessoas para usarem aqui a casa de banho, não é?”, todavia, como só lá vou ler o jornal, não corro o risco de me cuspirem na bica.




De ZOT a 30 de Novembro de 2007 às 17:34
Acho que tens toda a legitimidade de perguntar o que querem fazer na tua casa de banho. Assim sempre se pode dizer Não a um tipo que responda: é que estou à rasca para cagar e ja não cago ha dois dias, e nestes dois dias fartei-me de comer feijoadas, couves, ovos cozidos e outras coisas que de certeza me farão cagar cerca de 2 Kilos e setecentas daquele tipo de merda que se tem que gastar 40 metros de papel higiénico e depois lavar o cu 2 vezes e limpa-lo com uma toalha de rosto bem macia. Tens dessas toalhas na tua casa de banho?


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




arquivos e isso
coisas menos coiso
digam que vão de minha parte
 Para deixar recado e assim
  • olhequenao@hotmail.com